Plano de Desenvolvimento Pessoal, Social e Comunitário

Na sequência da apresentação ao Ministério da Educação de um Plano de Desenvolvimento Pessoal, Social e Comunitário (PDPSC) no âmbito do Programa Nacional de Promoção do Sucesso Educativo (PNPSE), foi atribuído ao nosso agrupamento um reforço de recursos técnicos. Nesse sentido foram contratados três profissionais para as áreas da intervenção psicossocial e psicoeducativa, terapia da fala e mediação social.

Consulte abaixo os objetivos, atividades e destinatários de cada projeto.

Medida 1| Mais orientação, mais Sucesso – Intervenção psicosocial e psicoeducativa

Em breve será divulgada informação.

Medida 2 | Mais Família, mais Inclusão, Mais Escola – Apoio ao Aluno e Família

OBJETIVOS
Diminuir insucesso, absentismo e indisciplina;Contribuir para a diminuição do risco de exclusão social;Promover um maior envolvimento em tríade– Família – Escola – comunidade de forma a promover uma maior aproximação dos encarregados de educação no percurso escolar dos seus educandos, e destes, esperarmos uma mudança de comportamento e postura face ao seu papel enquanto aluno;
Promover o desenvolvimento de competências parentais, pessoais e sociais das famílias, de forma a minimizar as situações de risco e/ou perigo para as crianças e jovens e, simultaneamente, garantir um desenvolvimento familiar saudável, caracterizado pelo respeito, o diálogo e carinho, não dispensando as normas e a disciplina, a exigência e a responsabilidade que cabe a cada membro.

ATIVIDADES
_Gabinete Intervenção Social _GIS
·        Mediação de conflitos entre o Aluno, Professor, Diretor de Turma e Encarregado de Educação;
·        Acompanhamento individual e personalizado, em regime de tutoria, nas situações identificadas como mais problemáticas, envolvendo todos os intervenientes (aluno, encarregado de educação, conselho de turma, técnicos,…);
·        Iniciativas de cooperação e articulação com os projetos da comunidade educativa ;
·        Monitorização regular com as equipa EMAEI – AEB dos indicadores de melhoria; 
·        Acompanhamento, e mediação  entre as entidades responsáveis em matéria de infância e juventude – Comissão de Promoção e Proteção de crianças e Jovens em Perigo e Equipas Multidisciplinares de Assessoria a Tribunais; Unidades de Saúde Familiar e Saúde Escolar;
 
 _“Oficina Pr’Mundo”
1º 2º e 3º ciclo : ações de sensibilização para pais sobre diversos temas como, competências parentais, violência no namoro e prevenção dos maus tratos bem como, para os alunos sobre estes dois últimos temas. (mensalmente)
1º ciclo – Realização de sessões em turma “ Saber Ser e Saber Estar” – que contribuam para  o desenvolvimento de competências  pessoais e sociais  (semanalmente).

Medida 3 | Mais Comunicação, Mais Aprendizagem – Terapia da Fala

Avaliar atrasos de desenvolvimento de linguagem e encaminhar de acordo com necessidades (acompanhamento sistematizado no AEB ou encaminhamento para entidades externas – SNS, Gabinetes terapêuticos, ELI, Consultas de Pediatria de Desenvolvimento, etc);

Veja abaixo alguns dos vídeos das atividades do projeto “Horta do Sons”, da terapeuta Sofia Couto.

OBJETIVOS

Capacitar os docentes com estratégias e conhecimentos nas áreas da motricidade orofacial, articulação verbal e fonologia, para promoção de competências em todas estas áreas nos alunos que não necessitam de acompanhamento sistematizado em Terapia da fala. Promoção destas competências nos alunos a frequentar JI. Sensibilização para a importância destas áreas como pré-requisitos para a aquisição de mecanismos de leitura e escrita.

Rastrear competências articulatórias dos fonemas abordados na “Horta dos Sons” a 75% dos alunos a frequentar o JI;

Promover a habilitação do meio escolar, em especial dos docentes, na prevenção e intervenção junto das perturbações da comunicação humana e perturbações associadas;

Promover a habilitação das famílias, em especial dos pais e encarregados de educação, na prevenção e intervenção junto das perturbações da comunicação humana e perturbações associadas.

ATIVIDADES

Avaliação e acompanhamento dos alunos encaminhados para Terapia da Fala;

Implementar e dinamizar um projeto de promoção de competências da articulação verbal (“Horta dos Sons”) e dinamizar 4 sessões em contexto de sala de aula nos JI, em que são simultaneamente rastreados e “trabalhados” os fonemas /s/, /z/, “ch”, “j”, /f/, /v/ e /l/. No âmbito do PIPP, será dada continuidade ao atendimento de alunos já sinalizados no 1º Ciclo.

Contactos formais e informais, reuniões, fornecimento de atividades e estratégias para trabalhar as questões da motricidade orofacial, áreas da linguagem e articulação verbal

Categoria de Notícias
EDUCAÇÃO INCLUSIVA
Consulte toda a informação importante sobre as medidas multinível de suporte à aprendizagem e à inclusão.
Aceder